O QUE É UM MARKETPLACE ? ENTENDA TUDO COM ESSE GUIA COMPLETO!

Com o aumento significativo das compras online, as opções de e-commerces também disparam. Atualmente, são milhares de lojas virtuais oferecendo seus produtos. No entanto, enquanto a grande maioria trabalha com venda B2C (empresa para cliente), há um outro mercado em ascensão: o marketplace P2P (pessoa para pessoa).

Esse tipo de relação comercial não é novo, há sites que trabalham dessa maneira há anos — um dos exemplos mais famosos é o eBay. No sistema P2P, o público faz a troca de produtos por meio de uma plataforma online, geralmente um marketplace, conectando o cliente vendedor e comprador, sem que eles precisem ter contato direto.

Com isso, surge uma onda de comercialização de artigos de luxo, com preços mais acessíveis e em ótimo estado de conservação. Quer saber mais sobre este assunto? Então, acompanhe este post para aprender mais sobre o funcionamento de um marketplace e como vender peças luxuosas nele!

Como funciona o marketplace?

Alguma vez você estava navegando em lojas virtuais e percebeu que haviam produtos oferecidos e enviados por diferentes vendedores, mas que não eram a marca do site em que você estava? Então, provavelmente se tratava de um marketplace! Esse tipo de local se tornou comum pela facilidade de ofertar uma extensa diversidade de produtos de variados nichos.

O que o diferencia das já conhecidas lojas virtuais é que ele é composto por um conjunto de lojistas ou vendedores que utilizam a plataforma como vitrine para vender seus itens, já no e-commerce, o produto é vendido e enviado pelo mesmo fornecedor. Outro ponto que vale ressaltar é que todas as transações são intermediadas e ficam sob responsabilidade do marketplace.

Atualmente, já é possível encontrar uma infinidade de plataformas em que se pode disponibilizar produtos para venda. Contudo, por ser um intermediário, o marketplace estuda a possibilidade de comércio para colocá-lo em seu site. Além do mais, para vender nesse espaço, há regras estabelecidas e uma delas diz respeito à comissão.

Essa condição se trata de um valor pago como uma taxa referente ao que será vendido no espaço. Pode ser uma porcentagem em cima do preço do produto ou outras formas de cobrança, que fica a critério do marketplace. A comissão varia de acordo com o site, então é preciso conferir com cuidado essas informações.

Entretanto, a versatilidade desse tipo de venda abre um leque para a oferta de diversos produtos e para diferentes públicos. Entre eles, está a oportunidade de desapegar de produtos seminovos, principalmente artigos de luxo.

Por que o marketplace vem sendo tão procurado?

Desapegar daqueles artigos de luxo guardados pode não ser uma tarefa tão fácil, já que esse mercado é direcionado para um público mais específico e exigente. E, por serem itens de alto valor, o cuidado precisa ser redobrado, tanto de quem vende quanto de quem deseja comprar. Ter atenção a aspectos como autenticidade e qualidade das peças é fundamental para que ambas as partes saiam felizes após a transação.

Não é à toa que muitas pessoas que desejam revender suas peças têm apostado em vender os seus itens em marketplaces. Esse tipo de plataforma tem muitas vantagens para quem deseja vender pequenos volumes de produtos, entre elas, está a segurança e garantia de que eles serão vendidos e o valor será recebido.

A facilidade para oferecer produtos seminovos é um benefício que tem atraído mais gente que não sabe como vender artigos de luxo usados, já que não é preciso se preocupar com os processos de atração de cliente, marketing, entre outros critérios comerciais. Ao escolher um marketplace, quase todas as etapas são feitas pelo site. Ou seja, é bem mais conveniente e é possível ter a certeza de estar fazendo um bom negócio.

Ademais, a ideia de aproveitar a alta no mercado second hand de luxo para ganhar um dinheiro extra com artigos que estavam parados no closet parece perfeita. E, contando com isso, surgiram lojas especializadas nesse tipo de serviço.

Nesse caso, a empresa serve como uma ponte entre quem quer se desfazer de bolsas, roupas, sapatos e outras peças de luxo, com quem quer comprar a preços mais acessíveis. Assim, os marketplaces são os lugares perfeitos para a fazer negócio, já que eles comportam vendedores distintos.

De que forma o marketplace e o mundo da moda se relacionam?

Quem fica sempre antenada no mundo fashion sabe onde encontrar roupas e acessórios que são tendências. Para aqueles que têm o hábito de fazer compras em marketplaces, é ainda mais descomplicado, pois é bem mais fácil ter acesso a tudo o que precisam em um só lugar. 

Esse tipo de espaço é como os grandes shoppings, mas o diferencial é que eles são online. Com isso, o fluxo de visitas aumenta e é capaz de alcançar um número maior de consumidores. Afinal, milhares de pessoas poderão ver os produtos e, com isso, as chances de venda crescem ainda mais. 

No entanto, para que consiga realmente fechar negócio, deve-se verificar com cuidado onde oferecer esses produtos. Artigos de luxo precisam de mais atenção, já que têm uma demanda específica e mais restrita. Desse modo, atender ao público certo faz toda a diferença no desempenho do marketplace, a fim de que, assim, as oportunidades sejam potencializadas.

Como começo a vender em marketplaces?

Vender em um marketplace não é tão difícil como pode parecer, mas a primeira coisa que deve ser lembrada é que cada um tem suas especificidades. O mais interessante é pesquisar antes e conferir informações sobre quem pode vender, o que se pode comercializar e outros aspectos que são de fundamental importância.

Os sites são administrados por diferentes grupos e, portanto, têm suas próprias regras. Sendo assim, todo o processo apresenta suas características próprias, direcionadas para as etapas de seleção de produtos, média de preços, comissão, taxas de serviço, formas de pagamento e outras atribuições.

Para não ter qualquer tipo de problema, principalmente quando se trata de itens valiosos, ter um contato mais próximo com o marketplace para tirar dúvidas pode ser interessante. Afinal, conhecendo todos os procedimentos, fica mais fácil para decidir em qual das alternativas disponíveis você colocará suas peças à venda.

Se você fica se perguntando “quero vender meus artigos de luxo, mas por onde começar?”, então, acompanhe o passo a passo da BID4FASHION para desapegar daquelas peças que já não fazem mais parte dos seus looks!

Verifique quais tipos de produtos são vendidos

Antes de tudo, o mais indicado é navegar pelo marketplace para ver os tipos de produtos que ele costuma oferecer, as marcas vendidas e outras informações. Alguns lugares têm foco em determinados tipos de acessórios, como bolsas ou sapatos, enquanto outros vendem exclusivamente roupas e há quem tenha um catálogo maior de opções.

Contudo, isso vai de site para site. Ou seja, antes de criar o cadastro, é preciso analisar o que é aceito e o que não é. Ao realizar essa busca, é possível poupar tempo e encontrar um marketplace que esteja mais alinhado com o que você deseja. Lembre-se de que isso é essencial para evitar qualquer ruído na comunicação ou situações desconfortáveis.

Envie fotos e descrição do produto

Se todas as peças estiverem de acordo com o estado exigido, chega a hora delas serem avaliadas. Essa etapa é bem simples, pois pode ser feita pelo seu próprio celular, tirando fotos e enviando via WhatsApp. Para isso, é preciso fotografar toda a peça e de detalhes em diferentes ângulos, como:

  • etiqueta;
  • alças (se for uma bolsa);
  • sola (se for um sapato);
  • forro e outros detalhes.

Além disso, se houver algum pequeno defeito de uso como manchas, também deve ser fotografado. Com tudo pronto, é só enviar as imagens para avaliação junto com os seus dados, como nome, CPF, e-mail e um resumo dos itens. Quando recebidas, a curadoria faz a avaliação e é feita a precificação do produto, dando um retorno para a cliente.

Conheça o padrão de qualidade do marketplace

Em um marketplace do tipo “brechó de luxo” existem algumas condições para uma peça ser aprovada, bem como há regras estritas para itens que não são vendidos de maneira alguma, como réplicas e falsificações. Para serem aceitos, os artigos precisam ser originais e devem estar bem conservados. 

Ademais, não são recebidas peças com marcas relevantes de uso, nem rasgadas ou com manchas muito aparentes. Produtos que tenham defeitos, como zíper quebrado ou partes enferrujadas, também serão recusadas. O mercado second hand preza por itens seminovos, mas que ainda estejam em boas condições e tenham qualidade.

Observe os processos de venda do produto

Quando as peças são aceitas, basta enviá-las para que sejam postadas para venda no marketplace. Os artigos ficarão visíveis e disponíveis para quem quiser comprar e, assim que for adquirido por alguém, a vendedora é notificada da venda realizada. 

Assim que a transação é feita, o pagamento cai automaticamente na conta em até 30 dias depois da confirmação, já que ainda pode haver desistência da compradora, troca ou devolução. Ou seja, o pagamento é efetuado quando a venda é concluída. Contudo, se desejar, há uma opção de receber o valor da venda em créditos na loja com um bônus de 5%.

Quais os benefícios do marketplace P2P?

As vendas Peer to Peer (P2P, ou pessoa para pessoa, em português) tem mostrado um novo momento do mercado de luxo. A moda consciente vem crescendo e a uma das alternativas é o second hand, em que a revenda de itens seminovos se tornou uma tendência. Porém, é preciso encontrar o lugar ideal para oferecer os produtos.

O marketplace é um dos principais locais escolhidos, uma vez que tem vantagens para os dois lados, quem vende e quem consome. Veja mais benefícios de oferecer artigos de luxo nesses sites.

Visibilidade

Por ser um local que abriga diversos vendedores e tem a capacidade de comportar uma grande quantidade de categorias de produtos, esse é o tipo de e-commerce ideal para quem quer realizar vendas pontuais. O número de visitantes é alto e a probabilidade de venda é maior, já que você não terá que pagar nada a mais por esse tráfego.

A exposição das peças para um público específico ajuda a vender mais rapidamente. Como visto anteriormente, o marketplace é como a vitrine de um shopping, com muitos produtos e um fluxo alto de pessoas interessadas neles. 

Estrutura do marketplace

Para ter mais acessos e continuar conquistando seu público, o espaço realiza investimentos em marketing, com um sistema de logística eficaz, em um site responsivo, entre outros aspectos importantes. Contudo, o valor das taxas e comissão de venda ficam baixos perto das aplicações realizadas para manter a excelente estrutura proporcionada.

Com todas essas facilidades, esse tipo de loja virtual se mostra muito vantajosa devido às funcionalidades oferecidas. O melhor de tudo é que o produto é avaliado e vendido pelo valor que condiz com seu estado, sem desvalorizar a peça.

Baixo custo

Apostar em um marketplace para fazer o desapego de itens que ainda estão em bom estado pode não parecer tão difícil, afinal, existem muitas maneiras de vender. Entretanto, quando se trata de peças de luxo, o cuidado deve ser maior, como verificar se o site é confiável.

Por isso, mesmo com a comissão do site, a venda por esse meio ainda tem um ótimo custo-benefício. Só a segurança proporcionada e o fato de não se preocupar com uma série de etapas que envolve a venda já é uma boa vantagem.

Cliente encontra o produto certo

Quando é feita uma busca na internet, geralmente, o usuário já sabe exatamente o que deseja encontrar. Desse modo, se alguém procurar por peças de luxo originais seminovas, é bem provável que encontre o marketplace que esteja ofertando esses produtos — pois a disponibilidade e quantidade de opções é maior. Assim, fica mais fácil, tanto para quem desapega, quanto para quem compra.

O marketplace P2P, aquele em que as peças são vendidas de pessoas para pessoas, é uma forma de consumo que vem aumentando. No entanto, ela vem crescendo justamente pelas vantagens relacionadas a esse estilo de compra. Afinal, por meio do site, todo mundo consegue o que quer e sai feliz após a transação!

Ainda tem dúvidas sobre a venda em marketplaces e o consumo second hand? Então, assine nossa newsletter para receber novos conteúdos diretamente em seu e-mail!

Mais de Bid4Fashion

NOVO MARKETPLACE PROMETE TRANSFORMAR A O COMÉRCIO ONLINE DE PEÇAS DE LUXO

A BID4FASHION é um marketplace dedicado a intermediar a compra e revenda...
Leia Mais