ENTENDA O QUE É FAST FASHION E OS SEUS IMPACTOS

Fast fashion, que em tradução livre significa “moda rápida”, é um modelo de negócio que adota em sua política a produção veloz e contínua de peças e artigos de moda, trocando as coleções de forma diária, semanal, mensal, bimestral ou semestral.

O objetivo é levar aos clientes as últimas tendências lançadas no mercado, a um preço acessível e, na maioria dos casos, com uma qualidade abaixo da média, fazendo com que cada peça não dure mais que um ano.

Esse modelo de negócio foi um sucesso no mundo inteiro por décadas, porém, muitos indícios sugerem que essa tendência não terá mais tanto espaço na vida da maioria das pessoas futuramente.

Um dos principais motivos é o impacto que esse tipo de produção causa no planeta, mas existem outras influências que contribuíram para esse declínio. Quer saber mais sobre esse assunto? Nós contamos no post a seguir!

A moda rápida e seus impactos na história

Os principais requisitos que construíram muitos negócios de fast fashion de sucesso são os mesmos que têm causado sua ruína. Prova disso foi o pedido de falência emitido pela gigante Forever 21 em agosto deste ano, que pegou muita gente de surpresa.

Uma das maiores lojas desse modelo viu suas vendas caírem no mundo inteiro e precisou fechar as portas de centenas dos seus 815 estabelecimentos. Mas o que fez com que a marca chegasse a esse ponto?

Um dos motivos foi o impacto ambiental causado por esse modelo de negócio. Segundo um estudo realizado pela Fundação Ellen McArthur, a produção de peças de vestuário dobrou nos últimos 15 anos e, consequentemente, os impactos causados nesse processo também aumentaram, por exemplo:

  • são necessários 2.700 litros de água para produzir uma camiseta de algodão;
  • uma única calça jeans requer cerca de 10.000 litros de água;
  • cerca de 22 milhões de toneladas de microfibra serão jogadas no oceano até 2050;
  • roupas de tecido não biodegradáveis ficam cerca de 200 anos no meio ambiente.

Além das questões ambientais, a produção fast fashion está envolvida em polêmicas sociais, como o trabalho escravo e infantil. A necessidade de produzir peças em espaços de tempo cada vez mais curtos coloca os trabalhadores diante de condições de trabalho desumanas em alguns países, como Brasil, China, Indonésia e Argentina.

A consciência dos jovens em relação a esse mercado

Outra questão que explica a crise enfrentada por lojas como a Forever 21 é a conscientização dos jovens em relação aos impactos causados pela moda rápida, que obriga a comprar quase que semanalmente.

A preservação de recursos naturais é uma preocupação que deixou de ser apenas dos adultos e começou a pairar na mente dos mais novos, que serão os principais afetados com esses impactos em um futuro não tão distante assim.

Outro ponto é o estilo de vida e a valorização do que se ganha. Hoje, existe uma preocupação muito maior em “ser” do que “ter”. Acumular bens materiais já não faz mais sentido, principalmente quando se trata de peças com prazo de validade curto.

As roupas de fast fashion são praticamente descartáveis, e a tendência é que as pessoas passem a investir dinheiro em coisas duráveis e minimalistas.

As alternativas para começar a mudar de atitude

Os impactos ambientais e sociais causados pela moda e principalmente pela moda rápida devem ser uma preocupação de todos. Porém, é inegável que esse tipo de loja ainda domina o mercado, e a mudança de hábito passa a ser menos intuitiva.

Isso não quer dizer que não seja possível adotar algumas medidas que contribuam verdadeiramente para a redução desses impactos. Vamos apresentar algumas soluções fáceis de colocar em prática.

Valorize a moda compartilhada

Quantas vezes você optou pelo mercado de seminovos, também conhecido como “second hand”, quando precisou comprar uma peça de roupa, um sapato ou um acessório? A crença de que adquirir produtos usados é um mal negócio está cada vez mais no passado.

Existem muitos itens de qualidade por aí que foram usados apenas uma ou duas vezes. Outros ainda carregam a etiqueta de quando foram comprados e abandonados no closet.

Procure por peças duráveis

Chega de correr para acompanhar cada tendência que surge no mercado. Uma das medidas mais sustentáveis para a moda é que seus consumidores foquem em peças de qualidade, que durem por muitos anos e ajudem a otimizar o closet.

Uma ótima dica, nesse caso, são os brechós de luxo, que disponibilizam peças conservadas, originais, de grandes grifes do mundo inteiro e o melhor: com um preço bem abaixo do original.

Pesquise por marcas eco-friendly

Muitas grifes já incorporaram processos menos prejudiciais em suas confecções, a fim de colaborar para a preservação dos recursos naturais e combater o trabalho escravo e infantil.

Um grande exemplo é a grife Valentino, que tem uma política de desmatamento zero na produção de embalagens. Outras referências nesse assunto, principalmente em relação ao uso de pele animal, são:

  • Stella McCartney;
  • Versace;
  • Michael Kors;
  • Gucci;
  • Giorgio Armani;
  • Ralph Lauren;
  • Calvin Klein.

 Doe ou venda o que não serve mais

Quantas vezes você já jogou roupas fora por não querer mais ficar com elas? Talvez você não tenha esse hábito, mas estima-se que um caminhão com 2.625 kg desses itens seja queimado ou jogado em aterros todos os dias.

Se você pode doar roupas usadas, compartilhe as peças com quem precisa. Além de ajudar algumas pessoas, você contribui para criar um mundo mais sustentável. Agora, se você reúne algumas peças de grife, em que o investimento financeiro foi maior, também é possível vendê-las pela internet. Hoje é muito mais fácil encontrar sites especializados no mercado second hand, e tudo o que você precisa fazer é anunciar!

Embora exista uma grande crítica em relação ao modelo de negócio fast fashion, a solução não é boicotar a moda como um todo. Afinal, esse mercado será responsável por 400% do PIB global até 2050.

Isso também representa oportunidades de trabalho e de geração de renda para o desenvolvimento global como um todo. Essa, na verdade, é uma oportunidade para que as pessoas aprendam a gerir os resíduos advindos do setor têxtil, de forma consciente e equilibrada.

A Bid4Fashion é um marketplace que valoriza a qualidade, a autenticidade, a sustentabilidade e a experiência humanizada na compra e revenda de moda de luxo. Quer vender ou comprar? Então vem falar com a gente!

Mais de Bid4Fashion

5 DICAS PARA USAR ACESSÓRIOS EM QUALQUER LOOK E FICAR SEMPRE NA MODA

Mesmo em um guarda-roupa minimalista, a criatividade sempre pode fazer as coisas...
Leia Mais